Número total de visualizações de página

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Como começar!!

Não é fácil começar a falar de Basquetebol e como o ensinar. Muitas perguntas se colocam sobre esta temática, mas eu sugiro que o começo passasse pela essência do próprio jogo,ou seja, qual o objectivo principal do jogo? marcar pontos, o que é necessário para marcar pontos? haver lançamento, mas o que antecede o lançamento? passe, drible, corrida, saltos, multisaltos, mudanças de direcção, entre tantas outras capacidades motoras.
Tendo como base esta pequena reflexão, encontramos um fio condutor para o começo do(a) ensino/aprendizagem do jogo. Mas ainda estamos longe da plenitude do jogo, pois é preciso adequar as temáticas referidas anteriormente ao desenvolvimento cognitivo, maturacional e até social dos jovens praticantes.
Quando falamos do jogo, parece, por vezes, que estamos a falar de uma moeda de apenas uma face, obviamente que não me esqueci de um outro objectivo do jogo, a defesa. Eu sou um defensor de que numa fase de iniciação este principio(também importante) deve ser colocado num patamar inferior de modo a proporcionar o sucesso e consequente motivação dos jovens praticantes.
Uma outra questão que se poderá colocar numa fase inicial é, o que servirá de base para a aprendizagem de tão vastas e complexas técnicas do basquetebol? a resposta não poderia ser mais simples, são todas as capacidades motoras inerentes a qualquer desporto colectivo e individual, ou seja, aprender a correr, saltar, rebolar, agarrar, puxar, etc...
Mediante as ideias referidas anteriormente nunca se deve esquecer que o jovem praticante é isso mesmo,um jovem e todas e quaisquer semelhanças com os adultos é pura coincidência.
É com estas ideias gerais que espero contribuir para um suporte inicial,sólido, da aprendizagem do jogo, que deverá incluir sempre o cunho pessoal dos treinadores assim como o suporte paternal, em que se deve criar um triângulo de cooperação tendo em conta o desenvolvimento harmonioso do jovem atleta.

Sem comentários: